----------------------------------------------------------------------------
Esta é uma postagem relacionada ao Desafio: Duelo de Titãs #3.
----------------------------------------------------------------------------

Tudo bem, pessoal?
Faz parte do terceiro Duelo de Titãs, escolher uma escola literária (Romantismo, Realismo, Classicismo ou Modernismo) e publicar uma aula sobre ela.

Eu escolhi o Romantismo.
Estão preparados para mergulhar nessa pequena partícula da Literatura?


R o m a n t i s m o

Características principais: valorização das emoções, liberdade de criação, amor platônico, temas religiosos, individualismo, nacionalismo e história. 



O Romantismo foi um movimento artístico que teve início na Europa no final do século XVIII, quando alguns escritores abandonaram o estilo de autores clássicos e passaram a abordar temas como o sofrimento amoroso em textos repletos de melancolia, fazendo da literatura um desabafo pessoal. O movimento começou na Alemanha e chegou à Inglaterra mas foi especialmente na França que ganhou força, de onde espalhou-se pelo mundo, perdurando até o final do século XIX.

Através da poesia lírica, o Romantismo ganhou forma na literatura, onde os principais temas abordados eram: amores platônicos, acontecimentos históricos nacionais, a morte e seus mistérios. Além da literatura, as artes plásticas, cinema e teatro também receberam influências do movimento.

No Brasil, seu início deu-se em 1836 e as obras valorizavam o amor sofrido, a religiosidade cristã, a importância da natureza, a formação histórica do pais e o cotidiano popular.


O livro Suspiros Poéticos e Saudades, de Gonçalves de Magalhães, é considerado o pontapé inicial do Romantismo na literatura brasileira.

Suspiros Poéticos e Saudades, de Gonçalves de Magalhães

Considera-se que o Romantismo na literatura brasileira tenha sido composto por três gerações de escritores. Cada uma delas aborda temas diferentes do movimento.

A primeira geração é conhecida como nacionalista ou indianista pois valoriza a história do país assim como a vida dos índios que eram chamados de "bons selvagens".

Já na segunda geração, conhecida como Mal do Século ou Ultra-Romântica, as obras relatam o amor com pessimismo, em poesias onde o autor expressa profundo pesar; a morte e a tristeza são valorizadas.

Por fim, a terceira geração está diretamente ligada a temas sociais, como podemos ver no poema Navio Negreiro, onde Castro Alves faz uma crítica concisa à escravidão.





Alguns Romancistas mundialmente famosos: Jane Austen, George Orwell, Edgar Allan Poe, Paul Ernst e Virginia Woolf.

Alguns Romancistas brasileiros e suas obras:

Gonçalves Dias  - poeta romântico indianista e bacharel em Direito pela universidade de Coimbra. Escreveu os poemas I-Juca Pirama, Os Timbiras e Canção do Exílio

Álvares de Azevedo  – foi o maior poeta da tendência Mal do Século no Brasil, tratando temas como a morte. Escreveu Noite na Taverna, Se eu morresse amanhã, Lira dos Vinte Anos e Macário.

Castro Alves  – era chamado de Poeta dos Escravos. Escreveu Espumas Flutuantes na Bahia, Navio Negreiro e Os Escravos

Gonçalves de Magalhães - trouxe o Romantismo para o Brasil. Escreveu o livro Suspiros poéticos e saudades.

José de Alencar – Escritor, político e advogado. É considerado o maior escritor romântico brasileiro. Escreveu O Guarani, Ubirajara, Iracema, Senhora, A Pata da Gazela, Diva, Lucíola, As Minas de Prata, A Viuvinha, Cinco Minutos, Til, O Gaúcho, O Sertanejo, Encarnação, Sonhos d Ouro e O Tronco do Ipê.




Esta foi uma breve introdução ao Romantismo mas eu recomendo a leitura sobre o tema ou mesmo algumas das diversas vídeo aulas presentes no YouTube (especialmente esta), pois é bastante interessante tanto para quem ainda não estudou sobre, quanto para quem não se lembra de mais nada que a professora de literatura ficava horas falando na sala de aula (eu.).

Beijos
Lu



Artigos relacionados:




Quote da Semana

"Somos todos estranhos de um jeito diferente, e isso é normal. E mesmo que exista muita coisa que eu não possa dizer para eles, é bom me sentir parte de um grupo." (Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira)

3 comentários:

  1. Oi, Luciana!
    O ultra romantismo, ou 2ª Geração do Romantismo, foi o estilo que mais marcou. Meu autor nacional preferido, por exemplo, é o Álvares de Azevedo, principalmente por causa do incrível e perturbador Noite na Taverna... Acho a poesia de Castro Alves fascinante, também.
    Gostei muito da ideia desse Duelo. Além do romantismo, outro estilo que eu gosto muito é o classicismo..

    Abraços,
    Diego.

    pecadeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Vish, isso me lembra tanto a época de colégio, minha professora enfatizava bastante as escolas literárias, mas sinceramente, eu nunca gostei muito de ler esses livros antigos :( acho que fiquei muito acostumada aos livros modernos haha mas adorei seu post, bem completo e explicativo!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem review da Bienal do Livro no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  3. Lu!! Que aula!!!
    O romantismo é um dos meus prediletos!!
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Não deixe de comentar...

Topo