Ontem (sábado, 23), fui à Bienal do Livro de São Paulo. Um evento que aguardei por muito tempo, com grandes expectativas e a ansiedade estava a mil!



Minha vontade era pegar um autógrafo da Cassandra Clare e ver o Harlan Coben

Mas adivinhem... não era só eu que tinha essa intenção e a Bienal lotou de uma forma inacreditável!
Tinha mais gente do que espaço pra andar. Filas intermináveis pra absolutamente tudo, alimentos com preços exorbitantes e eu, particularmente, não vi nenhum bebedouro apesar de saber que eles existiam em algum lugar muito misterioso. Enquanto isso, garrafas de água estavam sendo vendidas por quatro, cinco reais...

Não consegui visitar os estandes das editoras mais famosas porque todos estavam infinitamente lotados quando não estavam isolados por fitas de proteção. Nem cheguei a ver o preço dos livros, apesar de saber que estavam caros e que as promoções nem sempre valiam a pena.

Fiquei brava porque vi muita gente credenciada conseguindo tudo o que queria, inclusive autógrafos, sem precisar enfrentar uma fila sequer. Para eles, não teve tempo ruim, enquanto que eu e muitíssimas outras pessoas vimos toda a nossa expectativa por um evento nota dez se diluir em poucos minutos. Vida injusta.

Não posso dizer pelos outros dias do evento, mas pelo menos neste sábado (23), a organização deixou muito a desejar. É de se esperar que haja filas num evento como este, mas ninguém sabia quais filas eram pra quê e não vi ninguém do evento indicando para onde as pessoas deveriam se encaminhar e com isso, os "espertinhos" se aproveitaram. A falta de respeito, de educação e de bom senso foram além.

Por enfrentar tantas e tantas filas e ficar em pé durante muitíssimo tempo, o cansaço tomou conta de mim mais cedo do que eu esperava e eu fiquei desanimada.

Então chegou a hora do bate-papo com a Cassandra Clare e eu gostei tanto dela que esqueci o quanto meus pés doíam. 
A Cass é nota dez em simpatia! Muito fofa! Falou "obrigado" assim que entrou e viu que a gritaria dos fãs enlouquecidos não parava. E em algum momento que eu não me recordo exatamente qual, ela falou "desculpa", acentuando bem esse "L". hahaha Ela é uma graça. 

Confesso que eu pensei em não voltar nunca mais na Bienal, tamanha a frustração que senti. Mas hoje, pensando com mais calma...rs, eu já quero estar lá novamente. Principalmente porque eu não vi nada do que queria ver e aquele lugar é (ou deveria ser) o paraíso dos leitores. 

Além do mais eu consegui gritar "Harlan, I Love You" e eu sei que ele me ouviu, oras. Então as filas que se explodam!

Mesmo que eu não vá de novo esse ano, em 2016 estarei lá. E junto comigo estarão: A Culpa é dos Leitores, Geração Leitura.com, Dreams in Books, Estante Jovem e Meu Mundo em Tons Pastéis.

Quem vem com a gente? :D




Artigos relacionados:




Quote da Semana

"Somos todos estranhos de um jeito diferente, e isso é normal. E mesmo que exista muita coisa que eu não possa dizer para eles, é bom me sentir parte de um grupo." (Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira)

11 comentários:

  1. Lu com certeza estaremos lá!! E será divertido, pq estaremos todos juntos!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Taty.
      Já quero a Bienal de 2016. kkkk
      Beijoo

      Excluir
  2. Oi Luciana!
    Poxa, eu queria muito ter ido... Quem sabe na próxima, né? E acho que eles deviam ver bem esse negócio da organização, para poder suportar mais gente e não ficar tão apertado..

    Abraços,
    Diego.

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos em 2016, Diego! \o/
      Até lá, os organizadores terão muito tempo pra melhorar os serviços prestados. Não é possível que continue da forma que foi ontem.
      Bjss

      Excluir
  3. Você mudou de ideia e quer ir??? Você??
    Bom, vou ter que ir também pra te fazer companhia, Fazer o quê.

    http://dreams-in-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obaaa!!! Vamos, sim! Já esqueci de tudo de ruim.
      Quero que a minha impressão seja a última e não a primeira.
      Darei uma nova chance aos organizadores. Vamos ver se eles sabem aproveitar.

      Excluir
  4. Moro no interior do estado do Rio, e esses problemas de lotação, falta de promoções que realmente valham a pena, os preços exorbitantes da alimentação, tudo isso me fez desistir de ir. =/
    Espero que ano que vem, na Bienal do Rio, as coisas melhorem!

    Abraços!

    Fran

    http://corujadequinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou te contar...acho que pra quem viajou de muito longe só pra vir neste sábado, não valeu a pena. Acho, não. Tenho certeza. Se eu tivesse saído de outro estado pra passar pelo que eu passei, eu teria ficado revoltada. Não que os paulistas não devam se revoltar também mas nós temos facilidade pra voltar, caso seja da nossa vontade. Já quem veio de muito longe e gastou horrores pra estar na Bienal neste sábado, foi embora com uma péssima impressão.
      Espero que as próximas sejam melhores, tanto no Rio quanto em São Paulo.

      Bjss

      Excluir
  5. Oi Luciana. Que chato isso da falta de organização e dos preços exorbitantes para tudo. Mas, que bom que você pode se declarar para o Harlan Coben né?! Isso não tem preço.haha
    Beijos
    All My Life in Books - Aguardo sua visita!

    ResponderExcluir
  6. Oi Gostei do seu post...tambem fui e passei por um stress e calor tremendo...
    Abc
    Val

    ResponderExcluir
  7. Olá, ouvi muitas críticas negativas a respeito dessa bienal e a pior reclamação foi a bagunça e desorganização. Era de se esperar, já que havia tantos autores consagrados. Moro em Santa Catarina, então acho que nunca irei a bienal, afinal, comprar livros não vale a pena, já que dizem que o preço é praticamente o mesmo. Continuarei comprando pela internet que ganho mais.
    Beijos, lendocomabianca.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Não deixe de comentar...

Topo