O Página 150 é uma introdução à resenha final do livro. Algo propositalmente superficial, que trará comentários sobre o livro num todo, sem grandes explicações sobre os detalhes da história. 



Ken Klein, irmão de Will Klein, é o principal suspeito de estuprar e assassinar brutalmente sua vizinha Julie Muller, mas nunca chegou a ser preso porque simplesmente desapareceu. 

Após onze anos do ocorrido, ninguém sabe o que aconteceu com Ken. Alguns preferem pensar que ele está escondido, numa tentativa de salvar a própria pele após o crime terrível que cometeu. Outros, assim como Will, preferem imaginar que ele está morto, já que na cena do crime havia uma grande quantidade de sangue correspondente ao dele.

Antes de morrer, a mãe dos irmãos Klein confessa a Will que Ken está vivo. Agora Will está de volta a um passado que assombra sua família, em busca de respostas sobre o que verdadeiramente aconteceu na noite em que Julie Muller foi morta.

Gostei de Will, assim como gosto de todos os personagens masculinos que Harlan Coben constrói. Até mesmo os personagens mais sensíveis não fogem à masculinidade e estão sempre obstinados a encontrar respostas para as questões mal resolvidas de suas vidas, ainda que hesitem em alguns momentos, como no caso de Will.

A primeira e a última frase da página 150 são, respectivamente:

Raquel - disse Abe -, ele é um bom rapaz. 
e
- Não. 

Isso é que é descrição de personagem. Vejam:
Muitos travestis são bonitos. Raquel, não. Era negro, tinha quase 2m e com certeza pesava pelo menos 130 quilos. Seus bíceps pareciam porcos gigantes encapsulados em tripas como linguiças, e havia uma mancha escura no lugar da barba que lembrava Homer Simpson. Sua voz era tão aguda que, perto dele, Michael Jackson mais parecia um caminhoneiro - era como se Betty Boop tivesse inalado hélio. pág. 71



O livro é bem simples. Nem tem a foto do autor na orelha de trás. É todo cinza.
O único detalhe é que as letras da capa são em alto relevo. E eu gosto muito dessa imagem da capa.


Já terminei de ler o livro e foi uma das minhas melhores leituras. Sem dúvida o melhor livro que li do Harlan Coben. Em breve postarei a resenha.

Espero que tenham gostado. Deixem seus comentários. :)

Se você gostou desta postagem, veja também as anteriores:

Um beijo
Lu

Siga o blog nas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram | Google+

Artigos relacionados:




Quote da Semana

"Somos todos estranhos de um jeito diferente, e isso é normal. E mesmo que exista muita coisa que eu não possa dizer para eles, é bom me sentir parte de um grupo." (Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira)

4 comentários:

  1. Ain nosso Divo Harlan Coben <3
    Eu preciso ler os livros dele que estão na minha estante, e tbm preciso comprar todos os outros livros dele que ainda não tenho.
    Vou aguardar ansiosamente sua resenha :)

    Beijos!
    P.s: Tem resenha nova no Blog, e o livro da Vez é Louca por Você da autora A. C. Meyer.
    Espero que goste *-*
    http://aculpaedosleitores.blogspot.com.br/2014/07/resenha-louca-por-voce.html

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nada de Coben (shame) mas pretendo quebrar este "tabu" pessoal em breve!

    Me parece bem interessante, não só este mas como todas obras do autor!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  3. Aí meu Deus, meu bolso não aguenta com todas essas indicações que leio pelos blogs. Comprando agora mesmo esse, kkk.

    Bjim, Lu.

    Tammy - Livreando

    ResponderExcluir
  4. Harlan é perfeito! Desaparecido para sempre foi o primeiro que eu li dele e me apaixonei! Atualmente tenho uns 9 livros dele aqui. Amo amo amo!
    http://sonambulismoliterario.blogspot.com/
    Mar

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Não deixe de comentar...

Topo