...não como escritora.



Pelo menos é o que pensa a cineasta norueguesa Nine Grunfeld.

As suspeitas de Grunfeld foram levadas a público através de um comentário deixado numa publicação do pequeno jornal norueguês Aftenposten, onde deixa claro que toda a indústria de Harry Potter é muito bem organizada e que o grande sucesso conquistado pela série de livros não pode ser obra de uma única pessoa.

Ela alega não acreditar que a ideia para Harry Potter tenha surgido subitamente quando J. K. Rowling viajava para Londres, em um trem. Grunfeld cita também o cuidado profissional, de marketing e de gestão da marca Harry Potter e diz que tudo foi criado por uma equipe de escritores contratados por uma empresa. Rowling seria apenas uma atriz, contratada para se passar por autora dos sete livros da série e liderada por interesses comerciais multinacionais

Na opinião de Grunfeld, é no mínimo estranho que livros tão longos quanto os sete livros da série Harry Potter tenham sido escritos, traduzidos em mais de 50 idiomas e vendido mais de 250 milhões de cópias, em apenas dez anos.

"Acho que o segredo por trás de JK Rowling é guardado mais fortemente do que a entrada para a fábrica de chocolate de Willy Wonka. A verdade não surgirá até que o mercado de Harry Potter esteja saturado; até que a atriz por trás de JK Rowling se canse de seu papel e não até que os verdadeiros autores por trás do pseudônimo sintam uma enorme necessidade de reconhecimento. "




Li esta matéria aqui.
Pesquisando a respeito da "Nine Grunfeld", não encontrei nada. Pesquisando mais, encontrei um artigo similar publicado por "Nina Berglund", que coincidentemente também é norueguesa e te deixa com a pulga atrás da orelha quando finaliza o texto com a seguinte questão:

"Talvez Grunfeld seja ela mesma um produto criado pelo Aftenposten para aumentar a circulação e as vendas do pequeno jornal norueguês. Afinal, antes de ler este artigo você nunca tinha ouvido falar do Aftenposten ou de Nine Grunfeld, tinha?"




A série Harry Potter é composta pelos livros:

1) Harry Potter e a Pedra Filosofal (26 de Junho de 1997) 
2) Harry Potter e a Câmara Secreta (2 de Julho de 1998)  
3) Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (8 de Setembro de 1999) 
4) Harry Potter e o Cálice de Fogo (8 de Julho de 2000) 
5) Harry Potter e a Ordem da Fênix (21 de Julho de 2003) 
6) Harry Potter e o Enigma do Príncipe (16 de Julho de 2005) 
7) Harry Potter e as Relíquias da Morte (21 de julho de 2007) 





Eu nunca li Harry Potter. Vi o primeiro e o último filme (eu sei, nada coerente.) e não tenho a intenção de ver mais nenhum. Não quero ofender os super amantes da série, mesmo porque eu sou contra quem critica sagas com as quais não se identifica, mas essa realmente não é pra mim.

Também achei as hipóteses de "Grunfeld" um pouco absurdas ao mesmo tempo que, se você analisar, elas poderiam perfeitamente ser verdadeiras.

Eu já vi a JK Rowling assumir autoria de um livro que, teoricamente não seria dela. Dizer que os livros que são totalmente conectados à sua imagem, na verdade, não são de sua autoria parece até o fim dos tempos, mas não me surpreenderia tanto assim.

Realmente espero que neste momento não haja nenhum fã de Harry Potter me esperando no portão, com pedras na mão. Mesmo porque, algo me diz que essas pedras não seriam nada filosofais...



Artigos relacionados:




Quote da Semana

"Somos todos estranhos de um jeito diferente, e isso é normal. E mesmo que exista muita coisa que eu não possa dizer para eles, é bom me sentir parte de um grupo." (Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira)

22 comentários:

  1. Será que a Cassandra Clare não existe, por causa da incrível criatividade dela??
    Hummm! Sabia que era muita criatividade pra uma pessoa só!

    http://cheirinhodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho hein, Quérol.
      A partir de agora só vou acreditar que fulano escreveu tal livro a partir do momento que ele me enviar os manuscritos. rs

      Beijo

      Excluir
  2. Não acredito nesta teoria, para ser bem sincera acho uma bobagem. Não existe motivo para esconder o nome dos autores caso o livro tivesse sido feito em conjunto. Concordo com a Ana, agora todo autor criativo é uma farsa? Totalmente desconexo.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe motivo, sim Gabriela. Existe uma coisa chamada "Ghost-Writer". Um assunto muito interessante que, em breve, se tornará tema de post aqui no blog.
      O "ghost-writer" ou "escritor fantasma" assina um contrato onde se compromete a jamais revelar sua identidade.

      Esta é a explicação para a citação: "A verdade não surgirá até que... os verdadeiros autores por trás do pseudônimo sintam uma enorme necessidade de reconhecimento. "

      Pois obviamente um ghost-writer pode acabar revelando sua identidade estando ciente de que será responsabilizado pela quebra de sigilo, de acordo com o contrato.
      Estes contratos devem ter consequências tão "cruéis", como multas exorbitantes, que nunca vi um caso onde o ghost-writer tenha se apresentado.

      Ou seja, a especulação é aparentemente absurda mas nem um pouco desconexa.

      Excluir
  3. Bem, muito, super interessante isso! Acho até que pode ser verdade. Um plano excelentíssimo de marketing. Ainda mais agora que Rowling lançou Morte Súbita e O Chamado do Cuco; vai ver ela quer criar livros inteiramente seus, pois aqueles outros eram de outros autores. Sei lá, o pior é que isso deixa todos os seus fãs muito frustrados! :x

    http://blogliterariopalavrasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O plano de marketing de Harry Potter realmente é excelente!

      Você tem razão, Samuel. Se isso fosse verdade, no início deixaria muitos fãs frustrados, sim. Mas o mais importante é que a história tá aí. A história foi criada. Tudo bem, JK Rowling seria uma baita enganação mas eu, particularmente, se gostasse tanto assim da série, não deixaria de ser fã de tudo que a envolve.

      Beijoo

      Excluir
  4. Por mais que isso seja interessante, também não acredito que seja verdade. Até porque quem leu Morte Súbita (nunca li nada da autora) diz que, apesar de ser bastante diferente de Harry Potter (mais adulto), JK Rowling mantém a escrita criativa e bem direcionada. Concordo com a Nina Berglund, tudo deve ser um golpe de marketing por parte dessa Aftenposten.

    http://discodivinil.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso que eu penso também. É o tipo de marketing "falem mal, mas falem de mim", já que eles sabem que ao "mexer" com a autora de Harry Potter vão conquistar o ódio de milhões de pessoas mas ainda assim, a visibilidade do jornal será imensa.

      Beijoo

      Excluir
  5. Olá Lindona, venho lhe convidar para participar do 1° Sorteio no meu blog de um lindo anel em prata. Conto com você princesa!
    Beijos e muito sucesso.
    Acesse: http://www.estiilocarol.com.br/2013/12/1-sorteio-do-blog-anel-de-prata.html

    ResponderExcluir
  6. Não é incomum esse tipo de situação, em que livros são desenvolvidos por equipe focadas... Só que os leitores quase nunca nem desconfiam...
    Eu não gosto de Harry Potter, então sinceramente, tanto faz hahahaha

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  7. Nunca li algo tão absurdo. Impossível uma pessoa só ser capaz de escrever 7 livros? Impossível seria se ela tivesse feito tudo isso de vez. Foram vários anos, os filmes ajudaram na divulgação dos livros, e a questão de ter bruxos adolescentes agrada a maioria dos adolescentes que gostam de leitura e agradou uns que não gostavam também.
    Sem contar que ela não foi a única autora que teve um sucesso desse tipo, honestamente achei isso bem coisa de gente com inveja.

    beijos,
    Paula
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  8. Eu já li Harry Potter e gosto muito, apesar de não entrar nas minhas sagas favoritas. Mesmo fazendo sentido, discordo desse artigo, até porque, se formos parar para pensar todos os grandes escritores, como Tokien, George R.R. Martin, Lewis entre outros também seriam frutos de algum processo de Marketing?
    Achei que ela escreveu mais pra conquistar o ódio e aparecer um pouco, até porque muita gente diz que mesmo outras obras da autora serem diferentes, ainda tem esse toque Rowling de ser, então não sei bem o que pensar...
    Mesmo assim, Post muito interessante, gera um debate bem legal hahaha
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Não sou muito amante de Harry Potter,mas é meio difícil acreditar que uma pessoa possa ter escrito livros tão longos e com uma infinidade de detalhes em tão pouco tempo,é muito difícil concluir uma história mesmo que você seja um super hiper mega blaster escritor,não duvido nada que ela possa ter sido ajudada por outros escritores.
    beijos...agradeço por ter visitado o meu blog.♥
    http://vinteanoos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Sério, não da mesmo pra acreditar nisso! Sei que é apenas uma Teoria mas é absurda. E existe sim o chamado "Gosth Whriter". Mas é muito conveniente pra quem quer criar esse tipo de teoria. Eu posso chegar aqui e dizer que o mesmo aconteceu com Tolkien ou Asimov e dar essa mesma explicação.

    ResponderExcluir
  11. Acho um absurdo e uma bobagem, mas não é uma coisa impossível. E HP tem muuuuitos detalhes e muitas referencias históricas, mitológicas... Muitos personagens tem nomes com um signficado, uma etimologia. Eu já tinha pensado nisso... Não que a Jo não seja capaz, mas HP tem muita coisa mesmo... Essa mulher deve ser muito inteligente e MUITO dedicada. Ou não =(
    Se for verdade, não vejo problema nenhum em um livro conjunto, mas seria decepcionante ter sido enganada por mais da metade da minha vida. Meu amor por HP nunca mudou durante todos esses anos e eu sinto que nunca vai mudar. Mas ficaria "chatiada" pela enganação.
    Maaas como muitos disseram aqui, existem muitos escritores brilhantes que publicaram muitos livros, o Neil Gaiman é o maior exemplo disso. Existe até um episódio de Os Simpsons sobre isso (http://pt.wikipedia.org/wiki/The_Book_Job)! E eu pensei muito na J.K. Rowling quando eu assisti, achei que poderia ser uma indireta pra ela. O Gaiman participa, então é uma brincadeira/"direta" pra ele. rs

    ResponderExcluir
  12. inceramente Harry Potter não é tão complexo assim para ela não ter conseguido escrever tud sozinha o, Harry Potter na verdade é bem superficial se comparado com outras series de livros como (Games of Thrones , O Hobbit , Senhor dos Anéis...) que foram feitos por apenas um escritor, é muito surreal essa teoria sendo aplicada a Harry Potter

    ResponderExcluir
  13. Então o J. R. R. Tolkien também é uma farsa, afinal ele criou e escreveu sobre toda a Terra Média...

    Francamente.

    ResponderExcluir
  14. Nicholas Sparks escreve em um o que a J.K. Howling Escreve em dez e ninguém contesta sua existência!!! Mais uma teoria conspiratória inútil!

    P.S. O post foi muito interessante e eu sou fanzoca de Harry Potter!

    ResponderExcluir
  15. Acho que isso coloca em cheque outros grandes escritores que também seriam fruto de marketing, com suas obras são tão grandiosas quanto Harry Potter. E 7 livros escritos em 10 anos (sem falar que a ideia geral de quase todos já estava formada bem antes de publicá-los), não é pouco tempo, nem pouca coisa! Um só escritor não teria mérito pra tudo isso? Não concordo! E sobre o enorme sucesso, bem, vender os direitos para uma grande produtora deve ter ajudado. Conforme foram lançando os filmes e crescendo o público, consequentemente as vendas aumentaram e as editoras internacionais se interessaram em traduzir, o que normalmente acontece com todo best-seller, seja de quem for.

    ResponderExcluir
  16. Não, pera. Deixa ver se eu entendi.

    Suposição: Não foi J.K. Rowling quem escreveu, mas um grupo de escritores;
    Argumentos: Local de inspiração - sentada num trem (isso é inacreditável); em dez anos uma única pessoa escreveu sete livros (uma série longa).

    Eu sinceramente não ligo pra quem não gosta de Harry Potter. Não ligo sobre o que falam a respeito da obra porque cada um tem a sua opinião, ou gosto, ou o que quer que seja. (Haters, podem falar o quanto quiserem. Meus conceitos não mudam em nada. Harry Potter pra mim é e sempre será uma das melhores sagas que já li.) A situação é que criar suposições, desse critério, chega a ser ridículo (chega a ser tão ridículo quanto dizer que HP é coisa do "capeta"). Só porque ela terminou ou não os livros em um "curto prazo", não quer dizer que uma única pessoa não tenha o feito. Aliás, insights sentada num trem podem acontecer, quem disse que não? Somos seres pensantes. Quem pensa, imagina algo ou alguma coisa - na maioria das vezes. Ela, por ser quem é, imaginou um trem que levava ao mundo x. Por que isso não pode acontecer? É tão difícil assim de acreditar? Ah, por favor! ...

    CALA A BOCA! Tolkien levou anos pra escrever!

    Sim, e daí? Vejamos então o tipo de enredo que ele escrevia: High Fantasy? Ele criou a história praticamente do zero. Ele zerou o universo e criou a Terra Média (vocês podem ler isso nO Silmarillion). Ah, mas pera, ainda há outro critério a ser mencionado: o método pelo qual ele escrevia. Papel? Máquina de escrever? Eu não lembro das máquinas de escrever terem a opção "delete", ou "backspace", ou a facilidade que temos de armazenar as coisas em arquivos e adicionar comentários de revisão.

    Só pra constar, eu conheço autores que escrevem em quinze dias mais de duzentas e cinquenta páginas, e sabem como? Se dedicando. Ela levou patada de nove editoras, e nesse meio tempo, ela pode ter melhorado mais a obra, ela deve ter se dedicado mais e se inspirado mais, por que não ser de autoria de uma única pessoa? Quando a gente se dedica, o retorno chega. Mesmo que demore. Quando você quer fazer uma coisa, você faz. Essa suposição não deveria vir de argumentos tão pobres, chega a ser broxante.

    ResponderExcluir
  17. Incrivel como pessoas querem "causar" por que esse povo não mostra como The Hunger Games é uma COPIA de Battle Royale, até o final a Collins deixou o mesmo ¬¬. Agora vir tirar ideias para crescer na mídia? Para aparecer? Esse é um dos motivos de eu cursar jornalismo. Já vi tantos inventando coisas sem argumentos coerentes, sendo que nosso papel é somente informar FATOS.

    Por que a Rowling seria tão mesquinha e não assumir que tem ghost-write? Harlan Coben assumiu e mesmo assim ele vende milhões e a maioria dá todos os créditos há ele =)

    ResponderExcluir
  18. Não acredito nessa teoria.. Acho que se a pessoa vai ter uma ideia para o livro, qualquer lugar é lugar..
    E esse negócio do tempo que ela escreveu é bem relativo, como ela demorou mó cota pra conseguir publicar, ela poderia ter adiantado os outros livro.. e parece que ela já tava com a história mais ou menos encaminhada quando começou a escrever o primeiro livro, porque tem coisas nele que são importantes para os outros mais pra frente..
    Enfim, foi bom por ler uma coisa diferente =)
    Adorei o blog, estou seguindo!

    depoisdeumlivro.blogspot.com
    espero a sua visita (: se gostar e quiser seguir, ficarei muito feliz.
    beeeijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Não deixe de comentar...

Topo