Você disse que leria apenas o primeiro capítulo do livro "Jogos Vorazes" de Suzanne Collins. Mas foi assim que ele terminou...

...E estou me sentindo nervosa e desejando desesperadamente que não seja eu, que não seja eu, que não seja eu.
Effie Trinket cruza novamente o palco, alisa o papelzinho e lê o nome com uma voz alta e clara. E não sou eu.
É Primrose Everdeen. p.27

E é exatamente nessa hora que você diz: "Ah não, eu preciso ler o próximo capítulo".
Você acaba de ser vítima dele, o pesadelo dos leitores e o paraíso dos autores: o Cliffhanger.




Cliffhanger é um recurso utilizado não só em livros como também em séries de TV e principalmente em novelas.
O autor provoca a curiosidade do leitor/espectador e no momento crucial, o momento onde as respostas das questões em aberto serão finalmente reveladas...fim.

O Cliffhanger é muito bem utilizado em séries de ficção ou livros que contém uma dose de suspense. O objetivo é prender a atenção do leitor de forma que ele necessite dar continuidade à leitura para ter conhecimento do desfecho dos acontecimentos.

O termo, que traduzido significa algo como "à beira do penhasco" originou-se no século XX, e foi muito utilizado em finais de episódios de seriados do cinema mudo, quando frases como "To be continued," ou "The End?" provocavam a curiosidade do espectador garantindo sua audiência para o próximo episódio.

Assim como no exemplo de Jogos Vorazes, muitos autores utilizam o Cliffhanger em finais de capítulos, fazendo com que os leitores sintam a necessidade de ler só mais um pouquinho e assim, devorarem o livro sem ao menos perceber.

Um dos meus autores favoritos é mestre nessa arte. Harlan Coben finaliza quase todos os capítulos de seus livros dessa maneira. E como se não bastasse provocar uma super curiosidade no leitor, ele não da a continuidade no próximo capítulo. Coben deixa um Cliffhanger e inicia o próximo capítulo abordando uma outra parte da história de forma que para chegar à resposta daquela questão levantada no capítulo anterior, você precisa passar por este próximo capítulo, que aparentemente nada tem a ver com o assunto e que provavelmente terminará com outro Cliffhanger.

O que me inspirou a escrever este post foram os livros Delírio e Pandemônio (próximas resenhas) da autora Lauren Oliver. Estes dois livros contém doses absurdas de Cliffhanger e eu estou olhando para eles neste exato momento e pensando "Por quê??? Por que você fez isso comigo, Lauren???".

Apesar de ficarmos na expectativa dos próximos acontecimentos e isto gerar uma grande curiosidade e ansiedade, não podemos negar que é muito bom ser motivado por um Cliffhanger. Principalmente quando ficamos satisfeitos com as respostas quando estas são finalmente reveladas.



Artigos relacionados:




Quote da Semana

"Somos todos estranhos de um jeito diferente, e isso é normal. E mesmo que exista muita coisa que eu não possa dizer para eles, é bom me sentir parte de um grupo." (Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira)

28 comentários:

  1. Tenho relação de amor e ódio com esse tal cliffhanger - não sabia o nome até agora, obrigada, Lu, por me ensinar, haha ;) Só não gosto quando não tenho tempo pra ler mais um capítulo, mas é tão gostoso ficar com aquela sensação de que o livro está em um ponto muito importante e que eu PRECISO SABER O QUE VAI ACONTECER <3 Principalmente quando o próximo capítulo corresponde às expectativas!!

    Adorei o post :)
    Bjo! onlyb13.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Brendha, nem sempre a gente tem tempo pra ler o próximo capítulo.
      Mas é muito bom ficar na expectativa do que vem depois!! haha
      Que bom que você gostou do post. :D
      Beijoo

      Excluir
  2. Eu amo cliffhanger, Luciana! Gosto daquele frio na barriga de quando a gente se sente prestes a descobrir uma coisa muito legal, sabe?! Eu amei Delírio, mas não gostei muito de Pandemônio, só que o final dele, meu Deus, não tem igual! O maior cliffhanger que já vi! kkkkkk
    Beeejo!

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não amo muito porque eu sou ansiosa e curiosa demais! hahaha
      Mas se não houvesse essa expectativa pra saber o que vem depois, não haveria tanta graça, né?

      E Pandemônio me deixou doida da vida no final! Não vejo a hora de ler o último livro!

      Beijoo

      Excluir
  3. Olá Luciana!
    Estou lendo agora A Guerra dos Tronos e o livro e recheado de Cliffhanger, todos os capítulos até agora terminaram assim. E outro livro que ao meu ver todo ele é um Cliffhager é Um Dia de David Nicholls, eu devorei esse livro, pois cada capitulo é o mesmo dia em anos diferentes por 20 anos. Nossa uma loucura de bom!

    Beijocas da Mi!
    www.nadasimples.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dia é um dos meus livros favoritos, Michele. Mas não achei que ele contém muitos cliffhangers.
      Agora Guerra dos Tronos...ainda não li, mas só pelo pouco que conheço a respeito, imagino que seja mesmo recheado de cliffhanger. Com certeza lerei essa série. Parece que eu gosto de sofrer! hahahaha

      Beijoo

      Excluir
  4. Os livros recheados com Cliffhanger são sempre os melhores, eu tenho muita vontade de ler os livros do Harlan Coben, pois todo mundo diz que ele é maravilhoso. A única cosa que acaba me deixando ansiosa demais é quando um livro termina naquele mega suspense e você quer saber mais e a editora leva anos para lançar a continuação isso sim é para deixar nós leitores loucos.
    Beijão
    http://lilicasg.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, tem isso... Às vezes a Editora demora demais pra lançar a continuação e isso é terrível. Já pensou ficar eternamente com o cliffhanger na mente? haha...que triste!
      Eu ainda não passei por isso e espero não passar.
      Beijoo

      Excluir
  5. Eu adoro o Cliffhanger, mas as vezes eu acabo lendo o livro correndo pra saber o que acontece em vez de saboreá-lo, isso sempre acontece quando eu leio Harlan Coben kkkk

    Bjs,
    Samira
    http://spoiledonbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acontece quando leio Harlan Coben também. Já que ele só liga os fatos no final, então eu começo a ler já querendo chegar no final, não tem jeito! haha

      Bjss

      Excluir
  6. Eu adoro cliffhanger é tão matante, e quando ele acontece não da para parar, é mais o menos assim com a trilogia Jogos Vorazes.
    http://pantera-selvagem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade,Yasmin. Como eu disse, não teria graça se não houvesse um cliffhanger, né?
      É o pesadelo mais adorado entre leitores. :D
      Beijoo

      Excluir
  7. Você narrou meu caso com Jogos Vorazes! Eu ia sair no dia e antes fui só da uma folheada no livro... Acabei desistindo de sair e terminei no mesmo dia, hahaha.
    Gostei muito da postagem! Acho que o Cliffhanger é indispensável nos livros, ele que provoca a vontade de continuar lendo.
    Estou com muita vontade de ler "Delírio", vou tá esperando pela sua resenha!
    Bjs,
    Kami.
    http://gostoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita! Esse cliffhanger te pegou de jeito, hein? Se a Suzanne Collins estivesse lendo esse seu comentário, ela ficaria satisfeita! haha
      Beijoo!

      Excluir
  8. Cliffhanger é um sono e uma pesadelo ao mesmo tempo! hahahahaha
    Quantas vezes já aconteceu isso comigo? Já perdi as contas! rs

    Você deu um ótimo exemplo: Delírio.
    Eu sempre caio nessa de "vou ler só um capítulo" e acabo virando a noite lendo por causa da curiosidade de quando os capítulos terminam assim. Mas o mais torturante é quando acontecem em séries, que tem a agonia de ter que esperar por um novo episódio! hahaha

    Muito bom o post, adorei =)

    Beijos.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li Delírio bem rapidinho só pra saber o que ia acontecer no final. E quando chegou no final, adivinha...Cliffhanger! haha
      Não tem como fugir dele! Tanto que eu já nem chamo mais de Cliffhanger, ja to chamando de Cliff, to íntima agora. HAHAHA

      Beijoo
      Blog Sem Spoiler

      Excluir
  9. Eu até que gosto e odeio o Cliffhanger ao mesmo tempo! Odeio principalmente em séries, que me faz esperar uma semana!
    Já os livros não tem jeito, eu vou lendo e quando ver já acabei :(
    Beijos
    utopiaincessante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra não ser vítima de cliffhanger em séries, só deixando a temporada acabar pra poder assistir os episódios. Mas quem aguenta? Minha ansiedade não me deixa fazer isso então prefiro sofrer na expectativa. haha
      Beijoo

      Excluir
  10. Relação de amor e ódio total! hahaha Mas é bom, ele nos incentiva a continuar lendo o livro *-* (a não ser que as respostas não sejam boas, aí... x-x')
    kk

    Beijo :*
    fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, o cliff é um grande incentivador.
      E pra descobrir se as respostas são boas ou ruins, voce precisa ler então o cliff acaba te pegando de qualquer forma. rsrsrs

      Beijoo :*

      Excluir
  11. Isso é algo que nos faz ter uma relação de amor e ódio com os livros, seu exemplo de delírio e Pandemônio é perfeito, eu fiquei com o coração na boca em ambos os finais, que maldade da autora. Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maldade mesmo! Poxa, quando você pensa que vai descobrir as respostas, ela te deixa mais curiosa ainda! Eu to mal! Quero Requiem logo! :(

      Bjs

      Excluir
  12. Isso me faz tanto AMAR o autor quanto odiar. Sério, como eles podem fazer isso comigo? É muita maldade para o meu coração, mas isso me faz querer ler mais e mais!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o lado bom do cliffhanger, ele desperta a vontade de continuar lendo!
      Eu também acho que os autores não poderiam fazer isso, Luara. Mas eles fazem mesmo assim, porque são rebeldes!

      Beijoo

      Excluir
  13. CARA!! DELÍRIO E PANDEMÔNIO CHEGA SER CRUEL! HAUAUHAUUAHA
    Eu nem estava morrendo de amores por delírio, mas não conseguia parar de ler. Aí teve AQUELE final, corri para o próximo e foi a mesma coisa. A diferença é que amei pandemonio e to sofrendo horrores pela espera do terceiro. Já li os 3 contos que podia mas nada parece ser suficiente :(
    Beijos, Paula
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula, não sei quanto a voce, mas os contos não amenizam a minha ansiedade pelo próximo livro.
      Por enquanto só li o conto 0.5, da Annabel. Ainda vou ler os outros contos antes de ler Requiem.

      Beijoo

      Excluir
  14. Muito interessante esse post! Adorei o blog :)

    Beijos
    Débora - Clube das 6

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou, Débora. :D
      Beijoo

      Excluir

Obrigada pela visita! Não deixe de comentar...

Topo